More titles to consider

Shopping Cart

You're getting the VIP treatment!

With the purchase of Kobo VIP Membership, you're getting 10% off and 2x Kobo Super Points on eligible items.

itemsitem
See your RECOMMENDATIONS

Synopsis

This is Service Design Thinking introduces an inter-disciplinary approach to designing services. Service design is a bit of a buzzword these days and has gained a lot of interest from various fields. This book, assembled to describe and illustrate the emerging field of service design, was brought together using exactly the same co-creative and user-centred approaches you can read and learn about inside. The boundaries between products and services are blurring and it is time for a different way of thinking: this is service design thinking. A set of 23 international authors and even more online contributors from the global service design community invested their knowledge, experience and passion together to create this book. It introduces service design thinking in manner accessible to beginners and students, it broadens the knowledge and can act as a resource for experienced design professionals. Besides an introduction to service design thinking through five basic principles, a selection of individual perspectives demonstrate the similarities and differences between various disciplines involved in the design of services. Additionally, the book outlines an iterative design process and showcases 25 adaptable service design tools, exemplifying the practice of service design with five international case studies. The book concludes with an insight into the current state of service design research and sets service design thinking in a philosophical context. In collaboration with: (in alphabetical order) Kate Andrews (UK), Beatriz Belmonte (E), Ralf Beuker (GER), Fergus Bisset (UK), Kate Blackmon (UK), Johan Blomkvist (SE), Simon Clatworthy (NO), Lauren Currie (UK), Sarah Drummond (UK), Jamin Hegeman (USA), Stefan Holmlid (SE), Luke Kelly (NL), Lucy Kimbell (UK), Satu Miettinen (FI), Asier Pérez (E), Bas Raijmakers (NL), Jakob Schneider (GER), Fabian Segelström (SE), Marc Stickdorn (A), Renato Troncon (IT), Geke van Dijk (NL), Arne van Oosterom (NL), Erik Widmark (S)

Ratings and Reviews

Overall rating

3.5 out of 5
(2)
5 Stars 4 Stars 3 Stars 2 Stars 1 Stars
1 0 0 1 0

Share your thoughts

You've already shared your review for this item. Thanks!

We are currently reviewing your submission. Thanks!

All Reviews

  • 0 person found this review helpful

    0 people found this review helpful

    0 of 0 people found this review helpful

    Was this helpful to you?

    Thanks for your feedback!

    Report as inappropriate

    Conteúdo raso e fragmentado. Não recomendo.

    Para uma obra que se propõe a ser um livro-texto sobre Service Design, o conteúdo é muito raso e fragmentado por conta dos muitos autores e seus pontos de vista diferentes sobre design. Tenta ser teórico mas falha nesta tarefa, então não é recomendado para quem já tem boa base em design. Quem quer ferramentas práticas para Service Design deve passar longe. Tomei conhecimento deste livro através do artigo O que é Service Design, publicado no ótimo Blog de AI (não é jabá :), que contém um vídeo introdutório sobre o assunto e serve como propaganda para o livro. Como o artigo me deixou empolgado sobre o assunto, resolvi ir direto à fonte. This is Service Design Thinking se propõe tanto a ser uma obra introdutória quanto de referência para a inovação em serviços através de design thinking, explicando conceitos básicos de design, seu contexto, motivações e alguns métodos e ferramentas. O livro foi montado através de uma metodologia colaborativa que envolveu várias comunidades de service design. Marc Stickdorn e Jakob Schneider são listados como os autores principais, mas o conteúdo é desenvolvido por 23 autores internacionais escolhidos levando em conta intervenções em fóruns na web e relevância profissional. Nada como botar em prática os votos de design colaborativo em prática, não? Mas qual o resultado? Não muito bom. A cada novo capítulo percebe-se que os autores têm pontos de vista diferentes sobre o assunto, então a cada abertura é necessário um preambulo para apresentar ao leitor o modelo mental do autor em questão. Isso quebra qualquer tentativa de desenvolvimento dos temas, tornando a leitura cansativa, um pouco frustrante, até. Pessoalmente achei isso um tiro no pé. Um livro é uma oportunidade para visitar em profundidade o raciocínio de um autor; e pra isso é necessário bastante espaço para desenvolvimento, o que não acontece no livro – os capítulos lembram artigos curtos que têm vaga relação entre si. Blogs e Wikis são mais recomendados para este tipo de conteúdo. Ao escrever um livro, o autor sempre têm em mente seus heróis, aqueles especialistas que mais lhe influenciaram para construir seu modelo mental. Isso também permite uma análise mais aprofundada das heurísticas e ferramentas destes metres. Mas o que acontece neste livro é que o grande número de autores não dá espaço para este desenvolvimento e gera um número ainda maior de referências que sequer instigam a curiosidade para conferi-las – certos parágrafos do livro são compostos quase que unicamente de referências bibliográficas. Então a avaliação final deste livro é: frustrante. O livro é caro e seu conteúdo raso. A versão em e-book é tão ruim que o hotsite do próprio livro desencoraja a compra (Sério! Visite o site e clique na aba Order), com imagens pequenas e hierarquias que se desorganizam conforme os capítulos avançam. No lugar deste, recomendo o livro Value Proposition Design.

(2)

You can read this item using any of the following Kobo apps and devices:

  • DESKTOP
  • eREADERS
  • TABLETS
  • IOS
  • ANDROID
  • BLACKBERRY
  • WINDOWS