More titles to consider

Shopping Cart

itemsitem

Synopsis

A democracia impressa: transição do campo jornalístico e do político e a cassação do PCB nas páginas da grande imprensa brasileira (1945-1948) analisa historicamente os posicionamentos da imprensa brasileira acerca da cassação do PCB e de seus mandatos durante a vigência do regime democrático inaugurado com a Constituição de 1946. Ancorado numa ampla investigação de jornais paulistas e cariocas - O Estado de S. Paulo, Folha da Manhã e Diário de S. Paulo, Correio da Manhã, O Globo e Jornal do Brasil - o livro desvenda as relações e o papel da imprensa como agente político na passagem do regime estadonovista à nova ordem democrática, época igualmente de transição de um jornalismo ligado a grupos políticos específicos para um modelo jornalístico empresarial. Concebendo os jornais não apenas como fonte de pesquisa, mas também como objeto de estudo, uma vez que, são produtores de acontecimentos políticos, a obra caracteriza as concepções democráticas dos periódicos analisados, bem como as ligações entre as folhas e os demais agentes políticos, além de entender as relações existentes dentro da própria empresa jornalística.

People who read this also enjoyed

Get a 1 year subscription
for / issue

You can read this item using any of the following Kobo apps and devices:

  • DESKTOP
  • eREADERS
  • TABLETS
  • IOS
  • ANDROID
  • WINDOWS