A Rakuten Company

More titles to consider

Shopping Cart

itemsitem

Synopsis

Do mesmo autor de Mensagem do Exílio, Nuvem é um livro leve e alegre. Os poemas selecionados pelo autor falam de amor, da vida, de esperança. A reação mais comum dos leitores é dizer: "Lindo!"

Opinião dos leitores no Goodreads:

"Delicinha de livro, leiam!"
"Adorei."
"Realmente o livro é leve e bonito, como diz a descrição do próprio. Uma leitura rápida e prazerosa."

Alguns dos poemas do livro:

PEQUENO LAMENTO

Perdoa-me, amor, meu pranto,
Que me custa portar-se assim.
Perdoa-me e foge de mim.
Perdoa-me por tudo, por nada.
Perdoa-me pelo que não fiz.
Mas perdoa-me, amor, calada,
Que já hoje não sou feliz.
Sim, meu amor, perdoa-me
Por tudo o que ainda te peço.
(Eu sei que é caro o perdão.)
Perdoa esse amor confesso.
Perdoa esse amor em vão.

O AMOR INDIVISÍVEL

Dizem que o amor faz de dois um.
Sim, mas não completamente!
Dois são um quando um, ausente,
Ressurge no sonho do outro,
Que acorda com olhos dormentes
E sonha de dia, acordado.

Dois são um, sim, e se amam,
E, no entanto, é amor incompleto,
Pois, amantes, seus corpos reclamam
O direito de se ter mais perto,
De dormir também um, apertados,
Com a boca úmida, quentes, suados.

CANTIGA

Temo
Não ser alguém,
Um dia.

Medo bobo,
Mamãe diria.

Mas as mães são
Felizes
Com os filhos
Que têm.

Como pode dar errado
Meu neném?

NUVEM

O corpo poroso
Incorpora ao vácuo
O vapor que calcina.
Do poro, o suor
Ao céu se insinua,
Ínfima neblina
Que a pele nua
Expele, expia.

People who read this also enjoyed

Get a 1 year subscription
for / issue

Read This On

You can read this item using any of the following Kobo apps and devices:

  • DESKTOP
  • eREADERS
  • TABLETS
  • IOS
  • ANDROID
  • WINDOWS